Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2010

Tributo Pessoano...

Deixo aqui o meu tributo ao que, já tarde, inspirou a minha veia crítica e sofredora.
Sofrer aviva os contrastes das nossas sombras, mantém-nos vivos e alertas para o feroz ataque dos adormecidos e laxistas.
Comemora-se hoje os 75 Anos da morte do nosso, “Guardador de Rebanhos”, Fernando Pessoa. Deixem-se levar pela leveza desta voz e partilhem a vossa leitura.

E se o mundo aderisse?

Ocorre no Fecebook uma pequena revolução monetária, incitando-nos ao levantamento, das nossas, parcas, economias dia 7 de Dezembro. Sem querer entrar por trilhos incógnitos, da minha sabedoria, questiono logo à partida a data. Porquê e só 7 de Dezembro?O autor da mensagem, não impõe data, somente apela a uma adesão, consubstanciado pelo actual estado da Europa e Mundo. O famoso Eric Cantona apela sim a um bloqueio bancário, colapsando-o, contra uma existente miséria social no nosso QUOTIDIANO. Não estando entaipado, na minha visão diária, encontro-me atento para qualquer movimentação que ponha em causa o funcionamento banqueiro e Estado Político. No apelo, refere insucesso nas manifestações extremas, questiona o papel dos sindicatos em todo o processo reivindicativo e defesa da classe operária, aludindo a formas, bem mais apaziguadoras, que castiguem directamente os mercados. Se entendermos o actual estado social e bancário, concluímos que estamos amarrados, a pessoas, e, também, ao …

Eu vivo Aqui.

Subscrevo o aqui opinado, e, repito, Eu vivo Aqui.
Não sou cego,surdo nem hipócrita,mas indefeso.

Novo Cantinho

Caros visitantes, pode parecer-vos estranho o facto desta minha, repentina, transferência de domínio do, Wordpress para o Blogger. Uma vez aqui, já verificam que é facto consumado. Ganhamos todos na apresentação, funcionalidade e disponibilização de recursos, maioritariamente gratuitos. O contrário acontecia no anterior domínio. Espero que seja do vosso agrado este meu, “Novo Cantinho”, com mais, e, melhor, diversificada, informação e apresentação, de forma a levar-vos a uma maior participação na discussão do nosso QUOTIDIANO.

Auto – Equilíbrio

Perplexidade, palavra substantiva feminina, abandonada no meu cardápio linguístico, ainda, em tenra idade.
Esta relação acabou com os anos que carrego. Desde de muito novo, habituei-me a ser desconfiado perante as mais diversificadas oportunidades que a sociedade alvitrava. Vendas, ofertas, trocas, dádivas, promessas; tudo que desse para ser enganado e enganar, e, como Todos, também fui manipulado e manietado, conferindo-me um estatuto apropriado à idade; a negação ao facilitismo.
Hoje, somos confrontados, numa amplitude maior do antes, engenhosamente, por uma agressiva e dúbia publicidade. Mas lá diz o ditado; “A curiosidade matou o gato”; e continua nos dias de hoje.
Isto para louvar a minha relutância à entrada no nosso mercado das, “Pulseiras Power Balance”. Leio que a empresa, (Espanhola), foi multada por “publicidade enganosa” pela venda deste, “milagroso” artefacto.
Neste verão a minha filha foi tentada a adquirir a pulseira que, supostamente, equilibraria o seu QUOTIDIANO, e…

Do Silêncio ao Prazer

Não é que fosse muito o Silêncio aqui presente, foram poucos os dias que me afastaram deste meu diário. Não que haja temas do nosso, e, para o nosso, QUOTIDIANO. Este vazio deu-se para dar largas ao meu Prazer, (o BTT), à minha paixão, o refúgio por terras entre, Moimenta da Beira e Foz Côa, Beselga.
Nome estranho para alguns, senão para a maioria, como para mim foi no primeiro momento em que conheci esta bela, calma e recatada Freguesia de Penedono. Bela nas magnificas paisagens dando a calma e casta ao seu povo. É-se difícil ficar indiferente ao acolhimento das suas gentes como da beleza oferecida da nossa Natureza.
Por culpa de uma intervenção activa de alguns carolas, Beselga, é premiada com variadíssimas actividades, desportivas e culturais, convidando centenas de visitantes e desportistas a tirarem proveito de uma higienização interior e cultural.

E foi aqui, como em anteriores anos, que participei em mais uma maratona, a 6ª, que me refugiei com o meu grupo, da prática, durant…

Bairrista?!!

Não admito que me alcunhem de bairrista…Não me venham com a treta que Nós, os de cá do Norte, somos uns calimeros ….
A isto eu chamo de ostracismo, não só pelo Norte, mas pelos restantes Distritos, sim porque País só mesmo Lisboa. Refiro-me ao conjunto das decisões, mas principalmente à linha da Trofa.

Que amanhã?

Já dizia o meu Avô – vocês, jovens do hoje, são a esperança do Amanhã – hoje, se o mesmo fosse vivo, eu perguntar-lhe-ia; e os do Hoje?

INCONSCIÊNCIAS

Ontem, já quando, o "João Pestana", teimava em adormecer-me,aprisionei-me a um filme na nossa RTP.Resumo a estória em três factores da nossa consciência como PAIS, perante a INCONSCIÊNCIA dos nossos filhos.
A filha, do Actor principal, com 17 anos,pressionando o Pai, em conluio com Mãe,a viajar para Paris com uma amiga, de 20 anos,ignorando a experiência do progenitor,(fruto da sua ex-carreira profissional),acaba por ser raptada,juntamente com a amiga, por um grupo de Albaneses,para tráfico de mulheres.
Desresponsabilização,(Pai);pela intransigência na autorização.
Responsabilização,(Mãe);pela chantagem psicológica feita ao ex-marido
Inconsciência,(Filha),pela força da imaturidade e preteccionismo da Mãe.
Estes três factores,deviam deixar-nos, a TODOS, a pensar, de como temos/teremos de ser firmes nos momentos de maior euforia por parte dos nossos filhos,mesmo que estes nos digam -detesto-te-
Também não quero cair em radicalismos,mas hoje em dia,também não podemos descurar…